Pronto, o Inverno definitivamente já chegou e veio para ficar! Com ele chegaram em força as viroses, gripes, constipações, ranhocas, tosse e afins… Uma grande chatice e tormento, quer  para o bebé, quer para os papás que já não sabem mais o que fazer, para além de gastarem todo o stock de bisnagas de soro fisiológico, que esguicham como podem para dentro dos narizitos aflitos.
A Francisca está neste estado e é mesmo difícil ver a pobrezinha tão incomodada. Por isso, resolvi ser pró-activa e actuar em várias frentes, criando uma papinha cheia de antioxidantes e outros compostos activos, dispostos a fuzilar impiedosamente todos os germes que decidam fazer-nos frente!
Que a laranja é rica em vitamina C já não é novidade, e que esta vitamina contribui para a prevenção de gripes e constipações é praticamente do conhecimento geral.
Já o gengibre, é usado há milénios no âmbito da medicina não convencional. É apontado como tendo propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e até mesmo anticancerígenas. Embora muitos dos seus compostos activos, mecanismos de actuação e reais efeitos, em termos práticos, permaneçam uma incógnita, é inegável que possui diversas propriedades farmacológicas e que o seu uso parece ser seguro e os seus efeitos surpreendentes, em muitas das suas aplicações, sendo uma delas no auxílio e prevenção de gripes e constipações.1
Vamos lá ver se tal combinação é assim tão potente ao ponto de pôr o sistema imunitário da minha menina rijo como o aço! Viva a Super-Xica!

1. The Amazing and Mighty Ginger

10 Comments

  • Vanessa diz:

    Olá Sandra, antes de mais,parabéns pelo seu blogue, o qual acompanho e tanto me tem ajudado. As melhoras da sua filhota. Tenho uma questão, o gengibre pode ser dado apartir de que idade? E tem que ser mesmo cenoura? A cenoura não pode ser substituída por abóbora? A minha filha não se da bem com a cenoura, uma vez que fica muito presa.
    Beijinhos

  • Sandra Santos diz:

    Olá Vanessa! O gengibre é uma raiz usada muitas das vezes enquanto especiaria para condimentar determinados pratos ou então para fins medicinais. Não existe nenhum recomendação ou orientação específica sobre qual o momento ideal para introduzir especiarias ou ervas aromáticas na alimentação de um bebé. Em certos países, como por exemplo na Índia, China ou América do Sul, os bebés convivem desde muito cedo com sabores mais fortes, provenientes de ervas e especiarias diversas. Se a mãe, seja durante a gravidez ou amamentação, consumir pratos mais apurados ou picantes é natural que o bebé seja receptivo a esses mesmos condimentos e que não os rejeite ou tenha qualquer efeito adverso no decurso do seu seu consumo. No entanto, como sou apologista de que o bebé deve conhecer o sabor “real” dos alimentos e só depois desta etapa se deve apostar em determinados temperos e combinações e, porque considero que a diversificação alimentar deve ser feita com calma, acredito que a partir dos 9 meses é uma boa altura para introduzir o gengibre. Ainda, por norma as ervas aromáticas e especiarias não são potencialmente alergénicas, pelo que é relativamente seguro que possam ser introduzidas por volta desta idade ou até mais cedo. Em relação à outra pergunta, pode perfeitamente substituir a cenoura por abóbora. Beijinhos

  • Vera Ramos diz:

    Olá Bom dia,
    Obrigado pelas receitas e dicas, são uma ajuda valiosa 😀
    Sobre esta receita, posso substituir o Alperce? Se sim, porque fruto?
    Beijinhos e Obrigada desde já 🙂

  • Diana Pinto diz:

    Bom dia Sandra fiquei com uma dúvida está papinha é servida quente ou fria
    Muito obriga as suas receitas são ootimas e o meu bebe adora.uma óptima semana

  • Sandra Santos diz:

    Olá Diana! Pode ser servida de ambas as formas. beijinhos, Sandra

  • Sandra Santos diz:

    Olá Vera! Experimente a maçã ou a banana mas ficará seguramente com um paladar muito diferente. beijinhos, Sandra

  • Judite diz:

    Adoro as suas receitas! Muito obrigado por nos inspirar!
    Queria perguntar se estás papinhas são mais indicadas para lanches ou para refeição principal?

  • Sandra Santos diz:

    Olá Judite! Esta papinha eu dou como lanche. Beijinhos, Sandra

  • Laura diz:

    Olá Sandra, tenho um bebe com quase 7 meses que está a passar agora uma fase (há cerca de três ou quatro dias) em que não come muito bem a sopa (foi desde que iniciámos a carne – frango – nas sopas). As suas receitas inspiram-me para fazer coisas diferentes para fazer com que ele volte a comer a sopinha com mais gosto.

    Obrigada pelas sugestões e aguardo a publicação das receitas em livro 🙂
    Beijinhos, Laura

  • Sandra Santos diz:

    Olá Laura! O livro está quase a sair do forninho. Será já no próximo mês de maio: mês das flores e das mães! 😉

Deixe um comentário