Papinha de maçã e millet

Esta papinha de maçã e millet, para além de ser muito suave, tem aquele cheirinho inconfundível de papa de bebé.
O millet ou milho-miúdo, como também é conhecido, é um cereal que não possui glúten, sendo, por isso, uma boa opção para quem inicia a diversificação alimentar antes dos 6 meses de idade. Para além disso, é, sem sombra de dúvida, o cereal com maior quantidade de compostos fenólicos. Estes polifenóis, juntamente com a sua quantidade de fibra, possuem um reconhecido efeito antioxidante e hipocolesterolemico.

Pela sua elevada disponibilidade em alguns países africanos e relativa fácil digestibilidade, ele é muitas vezes usado como primeiro ingrediente nas papinhas caseiras destes bebés.

A maçã dispensa apresentações e é o elemento essencial para fazer desta combinação uma refeição muito nutritiva e muito “nhami”. ☺

Pessoas:

1

Ingredientes:

  • 3 c. de sopa de millet
  • 1 maçã doce e madura descascada, descaroçada e ralada (para diminuir o tempo de cozedura)
  • leite do bebé: materno ou fórmula (opcional)
  • 1 chávena de água (250 ml)

Preparação:

  • Lave o millet e deixe-o a demolhar durante pelo menos uma hora ou durante a noite.
  • Descasque, descaroce e corte a maçã em pequenos pedaços uniformes.
  • Numa panela, em lume muito brando, coza o millet nos 250ml de água, por cerca de 20-25 minutos ou até este ficar macio e engrossar; a meio do tempo junte a maçã ralada.
  • Retire do lume e reduza a mistura a puré, triturando com o auxílio de uma varinha mágica ou robot de cozinha.

Notas:

Antes de servir, poderá ajustar a consistência do puré, adicionando um pouco de leite do bebé mas lembre-se que, depois de adicionar o leite, não deve voltar a reaquecer a papa, nem guardar o que sobrou.

Pode substituir o millet por outro cereal, como por exemplo arroz. Aqui fica a sugestão de uma  variação igualmente deliciosa: papinha de maçã e arroz .

 

34 Comments

  • Cátia diz:

    Boa tarde.
    Adoro as suas receitas, não só por serem mto simples mas tb pela simplicidade com que explica os valores nutricionais.
    Tenho um bebê de 6 meses, a amamentação foi exclusiva até aos 5 meses. Após a entrada no berçário, começamos as sopas e as papas.
    Relativamente as papas, optei por levar para a escola, papas caseiras em vez das típicas cerelac que são dadas nas escolas. No entanto a confecção das mesmas é feita somente com água compensado dps com o leite quando lhe dou maminha.
    Será suficiente para o crescimento/desenvolvimento do bebê?! Deveria colocar leite adaptado.
    Isto pq, como já levo a papa feita não há hipótese de colocar leite materno.
    Aguardo uma resposta assim que lhe for possível ou até mm sugestões.
    Os votos de um ano feliz.
    Cátia e Frederico

  • Sandra Santos diz:

    Olá Cátia! Depois, quando vai buscar a sua bebé dá-lhe leite materno em livre demanda? Se esse for o caso, não vejo qualquer problema em dar a papa feita com água. beijinhos, Sandra

  • Mafalda diz:

    Adoro as suas receitas! Obrigada pela partilha. Tenho um bebé de 6 meses e iniciou agora as papas e sopas, tudo é novo para mim e as dúvidas são muitas. Relativamente a estas papas com creais e que demoram algum tempo a confeccionar, será que posso fazer e congelar antes de colocar o leite materno? Obrigada

  • Joana Paiva diz:

    Olá Sandra.
    Desde de já obrigada pela partilha destas fantásticas receitas para os nossos bebés.
    A minha bebé em breve irá para a creche e gostaria de saber se posso preparar estas papas na véspera à noite para serem consumidas ao lanche.
    Perdem nutrientes?
    Devem ser conversadas no frigorífico e depois reaquecidas, no microondas por exemplo?
    Obrigada. Um beijinho
    Joana

  • Marlene Valeixo diz:

    Olá Sandra! Ando aventurar-me neste mundo da alimentação complementar, optando preferencialmente pelas papas cadeiras. O meu pequenote ainda vai fazer seis meses dia 20, mas por indicação da pediatra e por fazer sentido já comecei a dar sopa ha duas semanas e meia. Sábado irei introduzir a papa e vi que considera o milho e o arroz os cereais ideiais para começar. Hoje no supermercado encontrei milho painco (salvo erro) mas dizem no saco que podia conter vestigios de glúten. Qual a sua opinião? Obrigada!

  • Susana diz:

    Olá Sandra sinto uma empatia enorme consigo, adoro tudo o que escreve e como escreve!!! Sinto tanto amor nas suas palavras. Aprendo tanto consigo, obrigada por partilhar tanto conosco. Tenho uma bebé com 5 meses e meio a LM em LD em exclusivo, vou iniciar agora as sopas, devo aguardar para iniciar a fruta, certo? Ou faço a introdução em dias diferentes não é? Um grande beijinho para si e para a querida Francisca

  • Ana diz:

    Olá Sandra. Sigo o seu blog desde Dezembro, altura em que iniciámos cá por casa a AC. Esta papa foi a primeira que ele comeu e adorou, já experimentei outras tantas e ele come tudo, felizmente. Neste momento o meu menino já tem 9 meses e continuo a passar por cá à procura de receitas e conselhos. Tivemos uma consulta com uma pediatra nova na semana passada e ao dizer que fazia papas caseiras, esta respondeu que não seriam uma boa alternativa pois não temos a noção dos nutrientes que as mesmas têm… Confesso que não respondi porque fiquei sem reacção mas parece-me uma ideia absurda que consideram as papas de pacote uma alternativa melhor só porque estão “doseadas”. Gostava de saber a sua opinião sobre isto, se fosse possível e já agora em relação a uma outra informação que a mesma pediatra me deu, ao saber que o meu filho ainda mama bastantes vezes ao longo do dia (já estou a trabalhar mas dou sempre que posso), que não deveria dar de mamar nem 2 horas antes nem depois das refeições pois o LM impedia a absorção dos nutrientes… Isto não é um grande disparate?
    Obrigada desde já e parabéns pelo blog.

  • Sandra Santos diz:

    Olá Mafalda! Claro que sim. Tal facilita muito a vida dos pais. Beijinhos, Sandra

  • Isabel diz:

    Olá!! Tenho feito algumas receitas daqui para a minha bebé de 5 meses. Entretanto ela vai para a ama. Posso fazer esta papa e a de milho e pêra de véspera, guardar no frigorífico e a ama aquece em banho maria? É seguro fazer assim?
    Beijinhos

  • Nídia Fernandes diz:

    Olá Sandra, parabéns pelo blog estou rendida tem me ajudado muito com as receitas de papas caseiras. A minha Francisca está adorar. Beijinhos e continue a partilhar as suas experiências

  • Sandra Santos diz:

    Olá Susana! Muito obrigada pelas suas palavras, são sempre muito gratificantes. Imagino que já tenha iniciado a fruta e a sopa mas não podia deixar de lhe responder e de lhe enviar um grande beijinho!

  • Sandra Santos diz:

    Olá Nídia!! Fico super, super feliz!! Boas papinhas e continue a partilhar conosco a sua experiência. beijinhos

  • Sandra Santos diz:

    Olá Isabel! Sim, parece-me uma excelente ideia. Beijinhos

  • Sandra Santos diz:

    Olá Joana! As papinhas podem ser conservadas no frigorífico por um período não superior a 48h e reaquecidas unicamente no momento do consumo. Beijinhos, Sandra

  • Sandra Santos diz:

    Olá Marlene! As novas recomendações relativamente ao glúten referem que este pode ser introduzido logo a partir dos 4 meses de idade. Se o seu bebé já possui 6 meses, não vejo problema em oferecer cereais com glúten. Beijinhos, Sandra
    http://www.espghan.org/fileadmin/user_upload/guidelines_pdf/Hep_Nutr/Gluten_Introduction_and_the_Risk_of_Coeliac.32.pdf

  • Carla Ramos diz:

    Olá Sandra! À semelhança de tantas mães, agradeço a criação deste blog! Sobre o millet tenho uma dúvida que não encontrei resposta…transformei o cereal em farinha mas em todas as receita que vejo indicam para lavar o millet (e outros cereais) para eliminar o ácido fitidico pois este dificulta a absorção de alguns minerais tal como o ferro. É mesmo assim? Não devo passar o millet a farinha? Obrigada!!

  • Sandra Santos diz:

    Olá Carla! O ideal seria demolhar um pouco, secar bem e só depois triturar para o transformar em farinha. Beijinhos, Sandra

  • Irina diz:

    Boa noite, adoro as suas receitas obrigada pelo carinho e partilha.
    Gostaria colocar uma questão quanto ao millet posso usar farinha de Millet para a preparação da papa?obrigada um beijinho

  • Sandra Santos diz:

    Olá Irina! Sim, pode. A farinha coze mais rápido. Beijinho e obrigada, Sandra

  • Carina diz:

    Desde já quero dar os parabéns pelo excelente blog. Como já deve ter percebido são uma grande ajuda para nós mamãs 🙂
    Onde posso comprar o millet adequado para fazer as papas do bebé?

  • Sandra Santos diz:

    Olá Carina! Pode encontrar o millet em qualquer hipermercado (Continente, Jumbo, Pingo Doce) ou lojas especializadas, como o Celeiro ou outras. Beijinhos, Sandra

  • Ana diz:

    Olá Sandra, ao ver as receitas, dei conta que tinha millet em casa, mas na versão puff. Dá para fazer do mesmo modo?
    E outra questão, o arroz pode ser basmati ou carolino, ou tem mesmo de ser o que menciona?
    Gratidão!
    Beijinhos,
    Ana

  • Claudia diz:

    Ola! Gosto muito do seu blog e das receitas. Comprei flocos de millet, agora sei que se perdem algumas propriedades, mas nao tendo outro posso fazer a papa na mesma ? Quanto tempo de cozedura? Obrigada

  • Sandra Santos diz:

    Olá Cláudia,
    Pode usar os flocos sem qualquer problema. Siga as instruções da embalagem. Beijinhos

  • Sandra Santos diz:

    Olá Ana! Para esta papinha não aconselho o millet puff, que será mais indicado para outras receitas, nomeadamente:
    https://papinhasdaxica.pt/2017/05/bolinhas-de-coco-alperce-e-cenoura/
    https://papinhasdaxica.pt/2017/10/bombons-de-amendoa-tamaras-e-cacau/
    Sim, o arroz pode ser basmati ou carolino.
    Beijinhos,
    Sandra

  • Patrícia Borges diz:

    Olá boa tarde,

    Sandra quando fala em colocar a maçã, se eu já tiver a maçã/ pera/ banana cozida e acrescentar a papa já feita também posso fazer dessa forma?
    Obrigada

  • Sandra Santos diz:

    Olá Patrícia,
    Se já tiver a fruta cozida, pode acrescentar no final da cozedura da farinha, mesmo antes de retirar do lume. Beijinhos, Sandra

  • Sandra Brito diz:

    Ola Sandra. Muito obrigado por ter criado este blog que tanto nos ajuda e obrigado pelos seus livros .

    Tenho um bebe de 5 meses e vai iniciar as papas para a próxima semana..
    Queria só confirmar se os flocos de millet pré cozidos possuem as mesmas propriedades ou se são desaconselhados. Nao encontrei millet sem ser flcos de Millet pré cozida.
    Muito Obrigado

  • Sandra Santos diz:

    Olá Sandra,

    Não sei muito bem a que se refere, o millet pré-cozido que comprou é tipo millet puff ou flocos, parecidos com os de aveia?

    Beijinhos,
    Sandra

  • Ana Margarida diz:

    Olá Sandra.
    Vamos começar agora as papinhas na minha bebé e queria muito usar as suas receitas, no entanto, quando vejo no supermercado estes ingredientes (por exemplo o millet) que supostamente não contêm gluten, todos apresentam um disclaimer na embalagem a avisar que poderá conter vestigios de gluten. Estes vestígios serão significativos para um bebé com menos de 6 meses ou na verdade não há problema em ter vestígios? Muito obrigada

  • saroca_1987 diz:

    Olá Sandra. Antes de mais obrigada pelas suas partilhas! Tenho uma dúvida, para poder fazer estas papas com leite materno, qual seria a quantidade aconselhável? E a quantidade de água teria de ser menor certo? Por exemplo se quiser fazer a papa com 120 ml de leite materno, quanto teria de usar de água? Estou a questionar isto pois tentei fazer esta receita mas ao adicionar o meu leite ficou demasiado rala. O que estarei a fazer de errado?
    Obrigada pela atenção

  • papinhasdaxica diz:

    Boa tarde Sara,

    Só consegue fazer uma papinha com 120mL de leite materno se usar uma farinha instantânea. Fazendo uma papinha caseira, partindo do princípio que não vai cozinhar o leite materno, esta tem que ser feita com água. Por isso, para que no final não fique muito aguada só poderá acrescentar uns 15mL a 30mL de leite materno. Tal não constitui qualquer problema, na medida em que o bebé mamando em livre demanda fará o ajuste necessário do leite consumido nesse mesmo dia: mamando mais.

    Beijinhos,
    Sandra

Deixe um comentário