6 Dicas para um Natal mais saudável

“O Natal é todos os dias”. Então no que toca a comes e bebes, a maioria das pessoas gosta mesmo de seguir o ditado à letra: os jantares da empresa, com o grupo de amigos da faculdade, o jantar com a malta do ginásio ou do clube de macramé. Vale tudo. De 1 de Dezembro a 6 de Janeiro,  sacode-se a naftalina dos gorros e os casacões escondem as culpas porque o verão é por hora só uma miragem longínqua.  

Nesta época do ano, o consumo alimentar altera-se significativamente mas  é importante que saiba aliar a sabedoria com o prazer à mesa. Senão em janeiro, nem as muitas flechadas de anca ao som da Mariah Carey nos vão safar de uns quantos refegos a mais.

Por isso, a partir de agora reinvente o ditado: “O Natal são mesmo só dois dias”! Dia 24 e 25 aproveite o momento em família  para celebrar e brindar à vida, ao amor e à paz com as minhas dicas para um Natal mais saudável e feliz:

1 – Inicie as suas refeições natalícias com uma sopa. De preferência com hortícolas. Em vez da batata pode utilizar leguminosas como feijão, a ervilha ou grão. Este tipo de sopa promove a saciedade por um período mais longo de tempo, hidrata, é fonte de vitaminas, fibra, minerais e antioxidantes e fornece poucas calorias comparada com outras entradas da época.

2- Acompanhe o bacalhau com muitos hortícolas e outros produtos vegetais. Dê um colorido ao prato com as tradicionais couves, grelos e cenouras cozidos. Esta é uma excelente forma de reduzir a ingestão de calorias, gordura animal e colesterol.

3 – Disponha de pão fresco de qualidade, de várias variedades e com algum pão integral pela mesa. O pão de qualidade fornece menos calorias, gordura e sal do que bolachas, salgados e outros aperitivos além de ter uma excelente digestibilidade e ser uma boa fonte de vitaminas.

4 – Invista numa grande e colorida salada de frutas. Deve fazer parte do centro de todas as mesas de Natal. Enfeitada com uma romã dará um excelente efeito natalício. Uma salada de fruta é garantia de grande densidade nutricional, ou seja de muitos nutrientes e menos calorias.

5 – Reabilite os figos, ameixas, passas, alperces secos que podem ser uma alternativa às bolachas, aperitivos doces e bolos indiferenciados que se colocam na mesa nesta altura do ano. Embora tenham mais açúcar que os frutos frescos (e por isso devem ser consumidos com moderação) são ricos em fibra, pobres em gordura e com baixo teor de sal, o que não acontece com a maioria da doçaria.

6 – Enfeite a mesa com uns bonitos jarros de água e escolha copos de água de qualidade. Nestes dias festivos, a omnipresença de uma boa água mineral na mesa é uma opção saudável e que pode contribuir para uma melhor diurese, para a regulação da pressão arterial, aumentar a saciedade, e acima de tudo evitar o consumo excessivo de bebidas açucaradas e até alcoólicas de maior valor calórico.

Se seguir estas dicas, terá menos vontade de comer as “bombas calóricas” seguintes. Lembre-se: ninguém quer um Pai Natal que não passe na chaminé… 🙂

Este artigo é inspirado numa publicação do blog Nutrimento da Direção-Geral da Saúde.

Deixe um comentário