Skip to main content
svg+xml;charset=utf

Receita Simples

Modo de Preparação

  1. Lave bem as mãos e garanta a limpeza e higiene dos utensílios necessários
  2. Aqueça 200mL de água, leite materno ou fórmula, até 40°C.
  3. Adicione 5 colheres de sopa rasas (cerca de 20g) de farinha.
  4. Misture bem até obter uma consistência suave e cremosa.

Papinha de Banana e Manteiga de Amendoim

Modo de Preparação

  1. Num copo alto coloque uma banana da Madeira e uma colher de chá de manteiga de amendoim (opcional)
  2. Acrescente 200mL de água morna e triture tudo.
  3. Verta a mistura para um prato de sopa.
  4. Gradualmente, adicione 5 colheres de sopa rasas de farinha (cerca de 20g), mexendo bem com um garfo para homogeneizar e já está!
svg+xml;charset=utf
svg+xml;charset=utf

Papinha de Banana e Manteiga de Amendoim

Modo de Preparação

  1. Num copo alto coloque uma banana da Madeira e uma colher de chá de manteiga de amendoim (opcional)
  2. Acrescente 200mL de água morna e triture tudo.
  3. Verta a mistura para um prato de sopa.
  4. Gradualmente, adicione 5 colheres de sopa rasas de farinha (cerca de 20g), mexendo bem com um garfo para homogeneizar e já está!
svg+xml;charset=utf

Papinha de Pera e 3 Cereais

Ingredientes

  • 1 pera
  • 3 c. de sopa cheias de Papinha de 3 cereais
  • 300 mL de água

Modo de Preparação

  1. Descasque uma pera e parta em 4 quartos.
  2. Com a ajuda de uma ralador, rale a pera e deite numa panela, juntamente com 250 a 300 mL de água.
  3. Deixe cozer a pera durante aproximadamente 15 a 20 minutos.
  4. Deite o conteúdo, neste caso a pera e água da cozedura num prato fundo.
  5. Adicione 3 colheres de sopa bem cheias da Papinha de 3 cereais.
  6. Mexa bem, amassando com um garfo e sirva.
  7. Se achar que a papa tem bastantes grumos, triture com a varinha mágica mas é suposto o bebé aprender a comer com textura e com pequenos pedaços.

Tamanho da Porção

1 Porção

Sugestão

Pode substituir a pera por maçã e/ou polvilhar com canela.

Nota

Durante a cozedura, parte da água irá evaporar, como tal no final ficará com menos volume de papa.

Papinha de Dióspiro e Queijo Fresco

Ingredientes

  • 1/2 dióspiro grande e maduro (polpa mole)
  • 1 fatia de queijo fresco (30 a 50g)
  • 2 colheres de sopa de papa de Papinha de 3 cereais
  • 50 mL de água

Modo de Preparação

  1. Num copo alto, misture todos os ingredientes e triture com o auxílio de uma varinha mágica.
  2. Transfira o conteúdo para um prato e sirva.

Tamanho da Porção

1 Porção

Nota

Consulte o nosso artigo sobre “Quais os melhores queijos para o bebé“, para selecionar as melhores opções de queijo fresco.
svg+xml;charset=utf
svg+xml;charset=utf

Papinha de Dióspiro e Queijo Fresco

Ingredientes

  • 1/2 dióspiro grande e maduro (polpa mole)
  • 1 fatia de queijo fresco (30 a 50g)
  • 2 colheres de sopa de papa de Papinha de 3 cereais
  • 50 mL de água

Modo de Preparação

  1. Num copo alto, misture todos os ingredientes e triture com o auxílio de uma varinha mágica.
  2. Transfira o conteúdo para um prato e sirva.

Tamanho da Porção

1 Porção

Nota

Consulte o nosso artigo sobre “Quais os melhores queijos para o bebé“, para selecionar as melhores opções de queijo fresco.
svg+xml;charset=utf

Papinha de Morango e Iogurte

Ingredientes

  • 1 iogurte sólido
  • 8 morangos pequenos
  • 2 colheres de sopa de papa de Papinha de 3 cereais

Modo de Preparação

  1. Num copo alto, misture todos os ingredientes e triture com o auxílio de uma varinha mágica.
  2. Transfira o conteúdo para um prato e sirva.

Tamanho da Porção

1 Porção

Nota

Consulte o nosso artigo sobre “Quais os melhores iogurtes para o bebé“, para selecionar as melhores opções.

Papinha de Banana e Laranja

Ingredientes

  • 1 banana da madeira
  • Sumo de 1/2 laranja
  • 3 colheres de sopa da Papinha de 3 cereais
  • 50 mL de água

Modo de Preparação

  1. Num copo alto, misture todos os ingredientes e triture com o auxílio de uma varinha mágica.
  2. Transfira o conteúdo para um prato e sirva.

Tamanho da Porção

1 Porção
svg+xml;charset=utf
svg+xml;charset=utf

Papinha de Banana e Laranja

Ingredientes

  • 1 banana da madeira
  • Sumo de 1/2 laranja
  • 2 colheres de sopa de papa de Papinha de 3 cereais
  • 50 mL de água

Modo de Preparação

  1. Num copo alto, misture todos os ingredientes e triture com o auxílio de uma varinha mágica.
  2. Transfira o conteúdo para um prato e sirva.

Tamanho da Porção

1 Porção

FAQ

Quando oferecer trigo ao bebé?

As guidelines mais recentes da ESPGHAN, recomendam que se introduzam os alimentos com maior potencial alergénio durante a alimentação complementar, com vista à prevenção do aparecimento de alergia alimentar.

Desta forma, o trigo pode e deve ser oferecido ao bebé a partir dos 6 meses e, preferencialmente, até aos 11 meses de idade.

Saiba tudo sobre este assunto consultando o nosso artigo: Como e quando oferecer trigo ao bebé?

Quando introduzir o glúten?

A Sociedade Europeia de Gastroenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátrica (ESPGHAN) recomendou em 2008, com base em dados observacionais, evitar a introdução quer precoce de glúten (<4 meses), quer tardia (após os 7 meses). 

Contudo, novas evidências levaram o ESPGHAN a rever tais recomendações.

Deste modo, em 2016, o ESPGHAN diz que o glúten pode ser introduzido na dieta do bebé a qualquer momento entre os 4 e os 12 meses completos de idade, uma vez que o risco de induzir Doença Celíaca através de uma dieta contendo glúten aplica-se exclusivamente a bebés/crianças com essa predisposição genética. 

Para saber mais consulte o artigo: Afinal, como é em relação ao glúten?

Quando oferecer o iogurte ao bebé?

As anteriores recomendações, que datam de 2012 (Sociedade Portuguesa de Pediatria) apontavam para a introdução do iogurte somente a partir dos 9 meses. Com a Francisca acabei por esperar até aos 9 meses, seguindo sempre o mesmo princípio: deve aceitar o alimento isolado e só depois brincamos com diferentes combinações.

Contudo, mudam-se os tempos, mudam-se as vontades e as atuais recomendações, de 2017 (ESPGHAN – European Society for Paediatric Gastroenterology Hepatology and Nutrition) ditam que todos os alimentos podem ser oferecidos a partir dos 6 meses, com exceção do açúcar, mel, sal, bebida de arroz e chá de funcho.

Para saber mais sobre este assunto, leia o nosso artigo: Iogurtes para bebé: sim ou não?

Quando introduzir o morango e frutos vermelhos na alimentação do bebé?

Os estudos mais recentes dizem que já não é preciso esperar até aos 12 meses para introduzirmos o morango na alimentação do bebé.

O morango, assim como os restantes frutos vermelhos podem fazer parte da alimentação do bebé, a partir dos 6 meses.

Quando posso dar manteiga de amendoim ao bebé?

De acordo com as recomendações atuais, o amendoim e outros frutos oleaginosos podem ser introduzidos a partir dos 6 meses.

Quando e como posso oferecer queijo ao bebé?

O NHS (Sistema Nacional de Saúde Britânico), sugere que possa oferecer queijo ao bebé, a partir dos 6 meses. Contudo, neste mesmo documento sugere a evicção de alimentos com sal adicionado.

Já o CDS (Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos), sugere oferecer queijo ao bebé e iogurte por volta dos 7 ou 8 meses de idade.

O ESPGHAN (European Society for Paediatric Gastroenterology, Hepatology and Nutrition) por sua vez refere que todos os alimentos podem ser introduzidos na alimentação do bebé, a partir dos 6 meses, excepto o sal, açúcar, mel, chá de funcho e bebida de arroz.

Portanto e para que fique claro, não há nenhuma recomendação específica de qual a melhor altura para oferecer queijo ao bebé.

Importa ainda referir que o bebé, no primeiro ano de vida, ingere leite materno ou fórmula e como tal, nenhum derivado do leite é essencial – nesta fase em específico – uma vez que em termos nutricionais não acrescenta muito.

Contudo, hoje em dia, sabemos que é importante expor o bebé a alimentos potencialmente alergénios e não atrasar propositadamente a sua introdução.

Sendo a proteína do leite de vaca um desses casos, faz sentido oferecer ao longo dos primeiros meses da introdução alimentar do bebé, alimentos que possuam leite na sua composição, tais como por exemplo o iogurte e o queijo.

Para além disso, o facto de tanto o iogurte como o queijo serem alimentos fermentados faz com que tenham uma maior digestibilidade quando comparados com o leite.

Sendo assim, e como considero que a alimentação complementar é uma maratona e não um sprint, depois de oferecer uma grande variedade de legumes, fruta, cereais, carne e/ou peixe, poderá experimentar o iogurte, que, embora derivado do leite, não tem sal adicionado e então depois o queijo.

Tal poderá acontecer por volta dos 8-10 meses, ou até mais cedo ou muito mais tarde e está tudo certo!

Quais as melhores marcas de queijo para o bebé?

Espreite o nosso artigo com algumas sugestões de marcas de queijo com baixo teor de sal e aditivos.

Como oferecer alimentos potencialmente alergénicos ao bebé?

Para obter todas as informações acerca deste assunto, por favor consulte o nosso artigo: Alergia alimentar e introdução de alimentos.