Skip to main content

Farinha de pau, conhecem? Durante toda a minha vida ouvi falar desta papinha caseira para bebés, já que no Norte é muito frequente. No entanto, quando falei da papinha a algumas pessoas, inclusive à avó alentejana da Francisca a pergunta foi: “Farinha do quê????”
Calma, não há nada de transcendente ou menos próprio na dita cuja. Farinha de pau não é mais do que farinha de mandioca.
Este tubérculo com sabor agradável e muito versátil pode e deve ser usado na alimentação do bebé, quer sob a forma de farinha, quer o tubérculo em si, tal como nesta receitinha de creme de mandioca.

Esta raiz comestível pode ser usada por exemplo, em substituição da batata, para engrossar purés e caldos. É uma excelente fonte de hidratos de carbono, cálcio e fósforo e possui ainda alguma vitamina C.

Normalmente, a receita da papa de farinha de pau, pelo menos da forma como me explicaram, é simples e consiste praticamente em juntar farinha, peixe (maior parte das vezes), com um dente de alho. Pessoalmente, em termos de sabor acho que não tem grande piada, então decidi juntar uns legumes que para além de aumentar o valor nutricional da refeição, dão um colorido e sabor que faz toda a diferença! Vamos provar?

Tamanho da Porção:

2

Ingredientes:

  • 1 cenoura pequena
  • 1 dente de alho
  • 1 curgete pequena
  • 100g de abóbora
  • 60g de pescada
  • 4 colheres de sopa de farinha de pau (mandioca)
  • 1 colher de chá de azeite (por dose)
  • água q.b.

Preparação:

  1. Cozer os legumes em água até ficarem macios.
  2. Num recipiente à parte, cozer a pescada.
  3. Uma vez cozida, coar a água e reservar.
  4. Numa taça, dissolver a farinha na água (morna) da cozedura do peixe até obter uma papa uniforme.
  5. Adicionar esta “papa” aos legumes cozidos.
  6. Adicionar ainda a pescada cozida, desprovida de espinhas e peles.
  7. Triturar e já está!
  8. Ah! Não se esqueça de adicionar o indispensável azeite quando for servir a papinha

Notas:

Deverá fazer esta papinha para o seu bebé preferencialmente a partir dos 7 meses.

*Alimentacao e Nutricao do Lactente.pdf

Gostou desta receita? Espreite estas…

Gostou desta receita?

Espreite estas…

9 Comments

Deixe um comentário