Tenho recebido muitas mensagens a pedirem sugestões para aquelas primeiras papinhas caseiras do bebé. Aqui fica uma sugestão que, para além de deliciosa é simples, rápida e prática: batata-doce com banana! A batata-doce é uma excelente fonte de hidratos de carbono, tendo propriedades extraordinárias, das quais se destacam a riqueza em betacaroteno, vitaminas do complexo B e fibra.

Para além destas características, tem ainda baixo índice glicémico e é facilmente digerível pela barriguinha ainda frágil e imatura do bebé.

Então e a banana? A bananinha já todos sabemos, para além da sua riqueza nutricional, da qual se destaca o elevado teor em potássio, é tão saborosa que torna qualquer simples papa numa verdadeira iguaria. Esta é uma receita, à qual ainda hoje recorro, quando me falta a inspiração ou tempo para novas experiências na cozinha.

Tenho a dizer-vos que nunca ouvi a Francisca queixar-se, só olha desconfiada quando lhe roubo uma ou outra colherada às escondidas… Caramba, não lhe escapa mesmo nada!

Gostou desta receita? Espreite estas…

Gostou desta receita?

Espreite estas…

Papinha de Maçã e Millet Papinha de Maçã e Millet Ver Receita Papa de Arroz e Maçã Papa de Arroz e Maçã
Ver Receita
Papinha de Arroz Papinha de Arroz
Ver Receita
Papinha de Pera e Cherovia Papinha de Pera e Cherovia
Ver Receita
Clique para ver as receitas

20 Comments

  • patricia diz:

    Ola Sandra..utiliza esta papinha como um lanche ou substituto da sopa ? Obrigada

    • Sandra Santos diz:

      Olá Patrícia! Normalmente, dou esta papinha à Francisca, ao lanche. Beijinhos e felicidades

  • Vera diz:

    Qual a marca de oleo de coco que usa para substituir o azeite?

  • Angela diz:

    Olá estou a gostar muito do blog. Já agora gostava de saber a sua opinião. Comprei um saquinho que já trás 5 cereais integrais: aveia, cevada, centeio, arroz e trigo. É bom para fazer as papinhas do bebé juntando água e fruta? Ou é muita mistura? Para bebé a partir dos 6 meses. Obrigada. Beijinhos <3

    • Sandra Santos diz:

      Olá Ângela, numa fase inicial seria melhor oferecer-lhe apenas um ou quanto muito dois cereais em simultâneo. Para além disso e para melhor lhe conseguir responder a essa pergunta seria necessário saber em que estado estão os cereais desse saquinho que mencionou. Grão, farinha, flocos…? Em todo o caso será sempre melhor cozinhar o cereal, sendo que o tempo de cozedura dependerá do seu estado. Para ter uma ideia, se for em grão terá que demolhar, durante pelo menos 12 horas e depois cozer durante cerca de uma hora e triturar. Mas se for farinha pode cozer apenas durante 10 minutos. Os cereais integrais, embora mais saudáveis, pelo seu elevado teor em fibra, poderão ser mais difíceis de digerir e podem ainda “agredir” o intestino ainda imaturo do bebé. Recomendo sempre misturar parte do cereal integral e parte refinado. Veja esta receita para ficar mais esclarecida: Creme de arroz com alperces secos Depois é só variar e juntamente com o arroz, ou em vez deste, adicionar por exemplo aveia ou outro cereal. Beijinhos, Sandra

Deixe um comentário