Este puré de alho-francês e legumes surge como resposta às muitas mensagens que tenho recebido, de papás com bebés cujos intestinos são preguiçosos.

O alho-francês tem a reputação bem merecida de ser um laxante natural, tornando-o uma escolha perfeita para inserir nas primeiras papinhas dos bebés, sobretudo naqueles que têm mais tendência a obstipação.

Este legume, tem um alto teor de enxofre e fibras prebióticas, tais como a inulina que contribui para o bom funcionamento intestinal.

Pode usá-lo em qualquer receita, enquanto substituto da cebola.

Para além disso, embora os restantes ingredientes não tenham uma função laxante reconhecida são, na minha opinião, pelo seu teor em fibra, bons aliados para ajudar os bebés que sofrem horrores com a prisão de ventre.

É importante salientar que é normal que nos primeiros dias/semanas da introdução de alimentos sólidos, surja este transtorno.

Apesar de existirem alimentos que nós sabemos que ajudam mais do que outros na resolução do problema, são os papás aí em casa que melhor conhecem o pimpolho e conseguem ver uma causa-efeito entre o que consomem e o modo como reagem e se comportam.

Os bróculos, por exemplo, tinham um efeito bastante interessante na Francisca e ainda hoje recorro a eles, quando vejo que anda mais obstipada e por isso os incluí como parte integrante desta receita.

Convém ainda não esquecer que o mais importante nos casos de obstipação é a hidratação! Oferecer muita, muita água ao bebé é a palavra de ordem: várias vezes ao dia!

Melhor do que isso só mesmo miminho e paciência, é que os pobrezinhos merecem e passam mesmo um mau bocado… 😔

Tamanho da Porção:

Gostou desta receita? Espreite estas…

Gostou desta receita?

Espreite estas…

Bananas em papelote Bananas em Papelote
Ver Receita
Papinha de Maçã e Millet Papinha de Maçã e Millet
Ver Receita
Creme de curgete, batata-doce e cebolinho Creme de Curgete, Batata-Doce e Cebolinho
Ver Receita
Papa de Arroz e Maçã Papinha de Arroz e Maçã Ver Receita
Clique para ver as receitas

29 Comments

  • Filipa Santos diz:

    Olá, Sandra. Tenho um bebé lindo, que está a uma semana de completar 5 meses. Por indicação da pediatra iniciamos aos 4 meses a sopa ao almoço. Deveríamos ter iniciado, ao jantar, as papás de pacote (de cereais) aos 4,5 meses, contudo o meu renitencia em dar coisas de pacote está a fazer-me adiar esta etapa.
    Pesquisei no seu site por papás de cereais indicadas para os 4 meses, mas as receitas são muito semelhantes à sopa que já lhe dou ao almoço. Que combinações poderei fazer de papás de cereais para o jantar? Obrigada e um beijinho

  • Liliana diz:

    Ola Sandra. Reparo que usa muito a batata doce nas suas receitas! É por gosto pessoal ou porque tem mais nutrientes que a batata normal?continua a ser uma luta fazer a minha filha de 9 meses comer sopa. Ainda hoje lhe fiz a sua receita de puré de couve-flor,batata doce,cenoura e vitela mas ela vomitou tudo… confesso que é desolador mas temos de nos adaptar… Beijinhos

    • Sandra Santos diz:

      Olá Liliana! Eu tanto uso a batata-doce como a batata convencional. Depende muito do prato que estou a confeccionar. A batata-doce é excelente do ponto de vista nutricional, contudo a batata convencional também tem as suas vantagens, nomeadamente o ser mais rica em potássio e vitaminas do complexo B, o preço ser mais baixo comparativamente com a batata-doce e o estar intrinsecamente ligada à nossa cultura e gastronomia. Acho que ambas podem conviver pacificamente na nossa cozinha! 🙂

  • Mariana diz:

    Ola Sandra! Primeiro, parabéns pelo blog e pela bebe linda!
    Gostaria de perguntar se usa algum robot de cozinha para confeccionar as papinhas, ou se recomenda algum.
    Muito Obrigada!
    Mariana

  • Susana Dias diz:

    Olá Sandra ☺ tenho uma bebé de 5 meses , sue adora sopa e fruta. Papas dos pacotes nem por isso.
    Por isso escrevo a perguntar-lhe se posso adicionar aveia as papinhas de fruta da menina, ou outros produtos naturais. Visto que tenho árvores de fruto é sempre fruta em casa e adoro cozinhar para a menina era bom ter uma ideia do que posso fazer para ela, mais saudável e que evitasse comprar papas industrializadas. Obrigada, um beijinho. Susana

    • Sandra Santos diz:

      Olá Susana! A maior parte da aveia que é comercializada tem gluten, cuja introdução na alimentação do bebé, deve acontecer preferencialmente a partir dos 6 meses. Por esse motivo aconselho-a a aguardar mais um mesito! 🙂 Pode sempre optar por outras alternativas, tais como farinha de arroz, farinha ou sêmola de milho, ou ainda millet (milho painço). Ou ainda confeccionar papinhas com tubérculos, tais como esta sugestão que deixo no blog: papinha de batata-doce com banana É uma delícia! Quanto à fruta, até aos 6 meses recomendo que seja mais comedida, recorrendo sobretudo à maçã, pêra ou banana. (pode diversificar os métodos de confecção!) A partir desta idade pode introduzir gradualmente quase todos os frutos, excepto frutos potencialmente alergogénicos ou libertadores de histamina, tais como: morango, amora, kiwi, maracujá. Beijinhos, Sandra

Deixe um comentário